SINCOMÉRCIO PEDE NA JUSTIÇA FEDERAL AUTORIZAÇÃO PARA COMPRAR VACINAS

O Sindicato do Comércio Varejista de Bauru (Sincomércio) ingressou, nesta terça-feira (9), com ação na Justiça Federal local para requerer o direito de adquirir vacinas para imunizar donos e funcionários das empresas do setor contra a Covid-19. O objetivo é obter autorização judicial para fazer a importação direta das doses, mediante a contratação de empresa ou laboratório cadastrado e autorizado a realizar este tipo de trâmite.

A ação contra a União e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) tem pedido de liminar para que a liberação para compra, se a solicitação for acatada pelo Judiciário, seja imediata. Segundo o presidente do Sincomércio, Walace Sampaio, a importação seria custeada pelas empresas associadas ao sindicato e as vacinas, estando aprovadas pela Anvisa ou por outras agências internacionais, aplicadas de forma gratuita aos trabalhadores.

O grupo prioritário é grande e vai levar muito tempo para ser vacinado, considerando o ritmo de imunização no País até agora. Sabemos que a importação não é um processo fácil, mas queremos agilizar, para que as empresas tenham mais liberdade para trabalhar, com todos os seus funcionários vacinados.

Na ação, o Sincomércio pondera que a intenção não é “furar” o cronograma nacional de imunização, mas sim – por meio de uma estratégia de atuação conjunta com o poder público – ampliar o contingente de pessoas vacinadas e, assim, desafogar o SUS e contribuir para a redução da disseminação do novo coronavírus.

A nossa ação corre na 2.ª Vara Federal de Bauru. Soube que o juiz já notificou a União e a Anvisa a se manifestarem no prazo de 72 horas. A expectativa é de que poderemos ter uma decisão na próxima segunda-feira (15).

REAGE SÃO PAULO

PELO DIREITO AO TRABALHO DIGNO

COMÉRCIO ABERTO E RESPONSÁVEL

Clique aqui e leia a matéria completa no site do Jornal da Cidade.

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais populares

Categorias

Posts Relacionados

POR TRÁS DAQUELA PORTA

Peço sua atenção por poucos minutos. Vou procurar não cansá-los, pois em nossa reclusão já dedicamos um tempo maior à leitura. Vou falar sobre o

Ler mais