O crime cometido na calada da noite, por covardes que pretendem se esconder no anonimato, mas flagrados por nossas câmeras de segurança, não pode permanecer impune.

Por graves acusações aos Ministros do Supremo, um deputado federal foi preso no meio da noite.

Acusações graves, mas não tão graves quanto o crime de genocídio atribuído à Prefeita Suéllen.

Segundo nossos dicionários, Genocídio é o extermínio deliberado de pessoas motivado por diferenças étnicas, nacionais, raciais, religiosas.

Como cidadão bauruense, sinto-me também ofendido pelo crime de injuria que atinge a Prefeita de Bauru.

Aguardamos a atuação do Ministério Público de Bauru e, posteriormente, de nosso judiciário.

Confiamos na Polícia Civil, que saberá apurar os fatos e apontar os “irresponsáveis” por este ato, verdadeiros vândalos que atacaram a liberdade de expressão e os princípios democráticos de nosso país.

Ao Sincomércio, os criminosos irão pagar pelos prejuízos.

As ofensas serão reparadas pelo judiciário.

Não nos amedrontam, nem os vândalos nem os mandantes deste ato criminoso.

A luta pela liberdade de trabalho responsável continua.

Walace Garroux Sampaio
Sincomércio Bauru e Região

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais populares

Categorias

Posts Relacionados