REPÚDIO À MANIFESTAÇÃO DO COORDENADOR EXECUTIVO DO CENTRO DE CONTIGÊNCIA COVID-19, DO GOVERNO DO ESTADO DE SÃO PAULO, JOÃO GABBARDO, NA COLETIVA DE IMPRENSA DE 27 DE JANEIRO DE 2021.

O Sincomércio, Sindicato do Comércio Varejista de Bauru, manifesta seu repúdio à fala do Coordenador Executivo do Centro de Contingência COVID-19, do Governo do Estado de São Paulo, João Gabbardo, na coletiva de imprensa e na presença do Governador do Estado, ocasião em que dirigiu críticas ofensivas e grosseiras à Prefeita Municipal Suéllen Rosim e ao Promotor de Justiça de Saúde Pública de Bauru, Dr. Enilson Komono, ao se referir a entrevista publicada na imprensa de Bauru do digno promotor demonstrando ignorar a real situação de nossa cidade no enfrentamento da pandemia.

Ao se dirigir de maneira desrespeitosa à nossas autoridades, ofende a todos nós, cidadãos bauruenses e ao comércio de que representamos.

Ao taxar como ignorante e irresponsável o ilustre membro do ministério público estadual ofende a inteligência do cidadão paulista, quando argumenta que o aumento do número de leitos não é a única resposta ao problema e aduz que “talvez o promotor não saiba que de cada três pessoas que vão para UTI, uma vai morrer, mesmo tendo leitos”.

Ora, por este raciocínio, não importa ao Coordenador Executivo repudiado as duas vidas que seriam salvas por esse novo leito, ressaltando apenas a que infelizmente iria a óbito.

Reafirma os termos ofensivos quando diz que “não poderia ver, esperar ver um promotor de saúde pública se posicionar como um promotor da doença”.

O Coordenador Executivo, se mostra pretensioso quando diz que “gostaria também de dizer pra Prefeita e para o Promotor de Saúde Pública” (SIC) e apresenta estatísticas que não podem sequer ser auditadas, pretendendo ensinar à Prefeita como administrar nossa cidade e ao Ministério Público como exercer a sua função.

Propositalmente, não contesta as declarações do Ministério Público a imprensa quando se diz a favor da decisão do município e lembra que o Governador João Dória havia prometido a abertura definitiva do Hospital das Clínicas, em coletiva de imprensa, no ano passado.

Verdade seja dita, Bauru dispunha de 56 UTIs no Hospital Estadual até o final do ano passado. Hoje tem esse número reduzido para 50 leitos pelo Governo do Estado e ainda aguarda a abertura do prometido Hospital das Clínicas.

Walace Garroux Sampaio
Presidente Sincomércio Bauru e Região

Compartilhe:

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Compartilhe

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Mais populares

Categorias

Posts Relacionados

UM CRIME EM BAURU

O crime cometido na calada da noite, por covardes que pretendem se esconder no anonimato, mas flagrados por nossas câmeras de segurança, não pode permanecer

Ler mais