GOVERNANTES CEGOS

Enclausurados em suas redomas, os prefeitos e o govenador do estado de São Paulo estão ignorando as micro e pequenas empresas comerciais que estão morrendo à sua frente.

Não podem alegar que é por falta de alerta. Em Bauru, o Sincomércio tem feito isso reiteradamente.

Segundo o Sebrae, 600 mil micro e pequenas empresas já fecharam suas portas definitivamente e 9 milhões de empregados já foram demitidos no Brasil.

A pesquisa também indica que 30% dos empresários já buscaram empréstimos. Destes, 29,5% aguardam resposta e 52,9% simplesmente tiveram seus pedidos negados.

O Sincomércio defende há dias o retorno gradual do funcionamento das empresas comerciais, adotando todas as regras para prevenção da transmissão da Covid-19.

Prefeituras de Bauru e região andam a passos de tartaruga, surdas aos pedidos e apelos que recebem.

E não venham dizer que se submetem obrigatoriamente às diretrizes estaduais. Todos sabem que não têm que se submeter a elas, como decidiu o STF esses dias atrás.

Só eles, Prefeitos, é que conhecem a realidade local.

Quantas empresas a mais terão sua morte decretada para que vejam o estrago que estão provocando.

E não adianta fazer pedidos para não demitirem.

A única diferença entre os ex-empresários e os desempregados é que os primeiros não terão acesso ao seguro-desemprego.

Mais do que fechar pequenos negócios, esta situação está matando o sonho de toda uma vida de milhares de empreendedores.

Acordem prefeitos e governador!

Walace Garroux Sampaio
Presidente do Sincomércio de Bauru e Região