O início da segunda fase do Esocial passou de setembro para o dia 10 de outubro

 


O início da segunda fase do programa passou de setembro para o dia 10 de outubro.

Nesta fase, os empregadores devem fazer seus cadastros e enviar dados não periódicos dos trabalhadores ao eSocial.

Segundo o governo, o prazo foi estendido para que as empresas tenham mais tempo de prestar informações iniciais e montar suas tabelas.

A medida atinge cerca de 3 milhões de empresas.

As empresas com faturamento superior a R$ 78 milhões deverão continuar enviando todos os eventos para o eSocial.

Fonte: https://g1.globo.com/economia/noticia/crédito da foto: reprodução da internet